quinta-feira, 2 de abril de 2009

Filhos da Puta: Tipos.


Um filho da puta.

Às vezes pode ser uma filha da puta. Mas isso não muda nada.

Eles estão sempre aí, esperando o momento certo para uma nova "filhadaputagem". Quando tudo começa a correr bem: Você conseguiu o grande emprego, todo mundo na nova empresa parece amigo, quase uma família, todos gostam de você, inclusive seu chefe. Mas são nessas horas menos improváveis que ele aparece. "O fulaninho estava de férias, queria te apresentar". Sim, você já tava sentindo o cheiro, aquele cheiro de perfume doce misturado com amaciante de roupas que te dá vontade de procurar a primeira lixeira pra vomitar. E ele sempre com o sorrisinho muito impecável, e um aperto de mão forte, do tipo "eu tô de olho em você" que só engana mesmo ao chefe - ou não -.

Há também o típico 'amigo filho da puta'. Aquele que só abre a boca pra falar merda na hora que a gente menos precisa. Faz brincadeiras com coisas que você tenha feito ou dito na frente de quem for. Geralmente na frente de quem não precisava saber: Seus pais, sua namorada, seu chefe, o padre, sua vó... E pior, quer que a gente acredite que foi sem querer, se faz de vítima quando você briga ou o evita, e consegue fazer com que as pessoas com quem ele te deixou em maus lençóis fiquem com pena dele e com raiva de você!

Mas não tem coisa pior que o parente filho da puta. Ele se parece bastante com o amigo filho da puta, mas você é obrigado a engolir, o que torna as coisas um pouco mais difíceis. Ele sempre chega na sua casa sem avisar. Isso quando não traz a família toda para acabar com sua despensa. Toma sua última cerveja e ainda manda você ir comprar mais. Você vai, como um pessoa educada [e porque você vai precisar encher a cara para o aguentar]. Quando você volta, vê a casa um caos: Crianças brigando e gritando na sua sala, a esposa dele tá deitada na sua cama de casal [ provavelmente grávida, filhos da puta procriam rápido e em grande quantidade], e seu parente ta vendo o jogo de futebol, bebendo sua última cerveja, com vários petiscos na mesinha de centro e mandando as crianças calarem a boca. A pior parte é que esse tipo de filho da puta é carente. Quando seu time faz um gol ele te abraça, com aquela pança nojenta [sim, a essas horas ele já esta sem camisa e usando o seu shortinho de pijama que você tanto gosta ], começa a pular abraçado com você, derrubando toda a cerveja no seu tapete novinho [quando sua mulher chegar vai ter um treco, fato ]. No fim do dia, a esposa acorda [parece até que sabe a hora certa de bater em retirada ], as crianças ainda estão brigando, e o filho da puta, que mais parece um gafanhoto, que arrasa uma plantação depois vai procurar outra, te abraça, todo feliz, sem nem perceber o quanto aquele dia foi um desastre pra você. Até te convida pra ir na casa dele, convite esse que você nunca aceita. Ele vai embora. Você só tem tempo de olhar à sua volta e ver o chiqueiro em que seu lar se tornou. E é sempre nessa hora que sua esposa chega...

Outro tipo, não tão importante, mas sempre incômodo, é o amigo filho da puta de sua namorada. "Você tem que entender, amor.. O conheço desde criança". É, meu caro, você tem que entender. O cara já é 'da família'. Sua sogra o adora, conhece a família toda dele, é super amiga da mãe e do pai do infeliz. E ela não ajuda: "Sempre quis que a Laurinha namorasse o Pedrinho, mas ela nunca quis...". É, ela fala isso na sua frente, geralmente naquelas festas da família, que tá cheia daquelas tias gordas mal-amadas, que queriam se realizar através da sobrinha prodígio. E é ele quem faz sala pros parentes dela, faz sala até mesmo pra você! Ele dá presentes melhores que os seus, ta na pagina de relacionamentos dela sempre dizendo coisas lindas, e sendo retribuído. Mas contra esse filho da puta não se tem muito o que fazer. Ou você o engole ou muda de namorada [e torce pra que a próxima tenha como melhor amigo uma mulher. Se não tiver muitos amigos, melhor.].Não muito diferente desse tipo citado, é a amiga filha da puta-perigueti do seu namorado. Essa geralmente não é tão amiga da família, o que não a torna menos incômoda. Porque esse tipo é cara de pau, suja e sutil. Se utiliza de celulares, paginas de relacionamentos [ principalmente ], MSN, fotologs, blogs e tudo mais que tiver ao alcance de suas vistas. Ela liga na hora que você tá no maior amor com seu namorado [ sim, ela consegue descobrir o momento exato ], ela passa na rua se jogando, ignorando sua presença. Manda recados duvidosos, e sempre arranja um jeito de deixar seu namorado em maus lençóis. O bom é que esse tipo quando ignorado muda de foco. Mas nunca vai deixar de ser filha da puta.

.


Fato é que todo mundo conhece um filho da puta, e, óbvio, é um filho da puta na vida de alguém.


.

[ to be continued... ]

13 comentários:

  1. Filhadaputagens a parte.
    Só quem teve ou continua tendo contato com uma diversidade quase infinita de filhos da puta pode descrevê-los de maneira tão firme e fiel.

    Conhecimento de causa, fato.

    Sobre o a estilística; sou fã, suspeitíssima. Parcial até o último sinal gráfico. Isso talvez anule a credibilidade nos elogios.

    Mas ela sabe, todo mundo vê. Ela se garante demais, escreve muito!

    Um texto sensacional como esse, nem precisa que eu me controle.

    É bom meRmo, do começo ao fim.

    Como tudo que ela fãs!

    ResponderExcluir
  2. Faltou mencionar uma espécie de 'amigo filho da puta'. É aquele tipo lindo, completo, encantador, que escreve melhor que todos, que tem sacadas geniais, que você gostaria de abraçar o tempo inteiro, que a sua vida perde o sentido diário se ele não estiver nela, e o filho da puta mora em outro estado.

    Lisa, você é a filha da puta da minha vida.
    Te amo. ♥

    ResponderExcluir
  3. HAHAHAHAHAHAAHAHA A FOTO DA MAULU FOI O BEST

    lindo e bem explicado amei.

    ResponderExcluir
  4. Todos nós temos um (ou mais) filho da puta na nossa vida. Fato.

    Adorei essa tua maneira de escrever.

    Beijo, Viida!

    ResponderExcluir
  5. HAHAHAHAHA o texto com a foto da Malu ficou beeemmm legal, Lisa!

    :D eu odeio o filho da puta da família q chega sem avisar ¬¬¬

    ;D adorei. parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Um texto típico de Lidia Luiza, mas tão bem escrito por você. Adorei as definições de filhos da puta, bem descritas e o pior é que são verdadeiras. Amo seus textos, amo você.

    Beijos, Gi.

    Até o próximo texto!

    ResponderExcluir
  7. HAHAHAHAHA .. euri com a foto. Definiu bem o filho da puta da família, que geralmente são genros. o.o

    Adorei seu blog, man. *-*

    ResponderExcluir
  8. Como um digno Filho da Puta, adorei o texto, acho que todos já passamos pelo menos por perto de todas essas situações, e pessoas desse tipo, muito bom!!!!

    ResponderExcluir
  9. filhadaputagem



    Tá aí um termo que uso bastante.

    Aliás, realmente todos nós temos filhos da(s) puta(s) na vida e noite que:

    - ou eles são sempre iguais
    - ou nós temos filhos da(s) puta(s) bem parecidos nos rodeando.

    Enfim, parabéns pelo texto que, com certeza, é o primeiro de muitos que lerei aqui.

    ResponderExcluir
  10. EU VIVO CERCADO DE FILHO DA PUTA MAIS NADA MELHOR DOQUE UM DIA ATRAZ DO OUTRO E UMA NOITE NO MEIO

    ResponderExcluir
  11. SOGRA EU TENHO UMA COBRA DE MARTE POR QUE NA TERRA NÃO TEM DESSA ESPECIE OPORTUNISTA FILHA DA PUTA FALSA MAIS ELA NÃO ME INGANA SÓ TOLERO ELA POR CAUSA DO MEU AMOR .O QUE ME CONFORTA E QUE QUANDO ELA MORRER EU VOU TER O MAIOR PRAZER EMBRULHAR ELA PRA PRESENTE PRO CAPETA PORQUE VA TER AZAR QUE NEM EU TIVE NO INFERNO. O QUE ME CONFORTA FOI A FLOR QUE NASCEU DELA

    ResponderExcluir
  12. vai todo mundo se foder

    ResponderExcluir

Agora já podem massacrar/elogiar/desdenhar.